terça-feira, 6 de agosto de 2013

BOM DIA QUERIDOS ALUNOS!!! A TAREFA DE HOJE É....




Caros alunos,

O texto “O uso do laptop na escola: algumas implicações na gestão e na práticapedagógica”, de Maria Elisabette Brisola Brito Prado, Marilene Andrade Ferreira Borges e George França, destaca no excerto apresentado abaixo que:

“A pesquisa de Mendes (2008), por exemplo, mostra que durante a implantação dos laptops houve indícios de mudanças na gestão da sala de aula e Saldanha (2009), reconhece os indicadores de um currículo flexível n uso de computadores portáteis na escola. De igual maneira os estudos de Almeida e Prado (2009), apontam que o computador portátil nas mãos do aluno requer uma nova gestão da prática pedagógica do professor, além de gerar novos desafios que levam a repensar o currículo, os quais implicam decisões no âmbito do sistema educativo (PRADO; BORGES e FRANÇA, 2011, p. 61).

Nesse sentido, compreendemos a relevância do projeto UCA enquanto um projeto que vem se experimentando em algumas escolas, nesta pesquisa estudou-se a inserção do projeto na escola Dom Alano Marie Du Noday da cidade de Palmas, no Tocantins (Região Norte). Os autores apresentam a partir de suas pesquisas a trajetória de inserção do laptop na escola. Reitera-se que o uso do laptop  provocam situações diferentes daquela em que o uso do computador provoca no laboratório de informática da escola. Assim como, o texto explicita as implicações referentes a três eixos: Eixo da infraestrutura, Eixo da prática pedagógica e Eixo referente à dimensão da gestão.
Como tarefa de hoje, 06 de agosto de 2013, solicitamos que vocês, após a leitura do texto elaborem um comentário de no mínimo 800 e no máximo 1.000 caracteres, analisando essas implicações e postem abaixo no link especificado para comentário.

Bom estudo!

Benilda Silva

17 comentários:

  1. O uso do laptop na escola: algumas implicações na gestão e na prática pedagógica.
    O ingresso de laptop em sala de aula é um avanço para a educação de nossos alunos onde com o uso dele o processo de ensino aprendizagem tem uma dimensão mais ampla onde esses alunos vão ter a tecnologia como fonte de auxilio em suas tarefas. O docente deve utilizar da tecnologia de forma que sua prática pedagógica consiga direcionar seus alunos ao manuseia correto desse laptop para o aprendizado direcionado.
    Um experimento com a utilização dos laptop chamado de UCA um computador por aluno mostra que com a implantação deles em sala de aula vem melhorando o aprendizado com a utilização dessa tecnologia com o auxilio de blog os alunos postam trabalhos e discutem, também podem sistematizar o ensino através da interdisciplinaridade. O professor deve direcionar os alunos a buscar na internet informações através de imagens, vídeos, músicas, textos de forma que esses alunos entendam o real significado dessa ferramenta para um maior aprendizado.
    Portando, não basta apenas inserir os laptops na vida dos alunos dever haver um controle dos docentes na forma de orientar e direcionar esse discentes para que esse não utilizem esse equipamento para fins não educativos.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. O texto o uso do laptop na escola: algumas implicações na gestão e na pratica pedagógica de Maria Elisabette Brisola Brito Prado, Marilene Andrade Ferreira Borges e George França, vem abordar novos desafios posta as rede de ensino com a chegada de laptops na sala de aula. Essa nova realidade surge na sala de aula trazendo um desafio aos docentes pôs requer a construção do conhecimento que vai além da apropriação dos recursos computacionais. Ou seja, necessita ser estudar para que a mesma tenha um direcionamento de acordo com as necessidades do sistema educacional.
    Pensar as implicações que o uso dessa tecnologia pode trazer é um bem necessário. Aja vista que o mesmo requer pesquisa e estudo que possa subsidiar a implementação e o uso adequado desses instrumentos uma vez que a implementação dessa tecnologia segundo, o texto explicita as implicações referentes a três eixos: infraestrutura, prática pedagógica e gestão.
    Dentro dessa perspectiva a implementação do laptop nas mãos dos alunos em sala de aula requer formação continuada dos educadores para que os professores possam redirecionar suas práticas, assim como os gestores tenham condições de apoiar o trabalho pedagógico e fazer a gestão também das tecnologias na sala de aula. Por outro lado à adesão do Projeto UCA-um computador por aluno demostrou que é necessária também uma infraestrutura que possa dar condições para a implementação do Projeto. O artigo faz uma análise de alguns aspectos da trajetória da implementação de uma das cinco escolas públicas do experimento da primeira fase do Projeto UCA- Um computador por aluno, do Ministério da Educação-MEC, mas especificamente do colégio Dom Alano Marie du Noday da cidade de Palmas TO. O mesmo vem comprovar que ouve a necessidade de ampliar o espaço físico de reorganizar e planejar algumas atividades. No entanto foi gratificante ver os alunos pesquisando, dialogando , construindo novos conhecimentos e habilidades..


    ResponderExcluir
  4. Com certeza o uso do computador portátil nas escolas é uma proposta muito boa, pois com o direcionamento educativo as aulas se tornam dinâmicas, além de possibilitar a conscientização do uso mesmo. Porem o texto mostra os desafios encontrados para trazer o computador para dentro dessas escolas, isso perpassa por varias questões dentre elas a questão administrativa, a estrutura física e pelo projeto político pedagógico da escola é necessário ter organização, ou seja, planejar, como inserir essa tecnologia, e com que propósito.

    ResponderExcluir
  5. A experiência da implantação do Projeto UCA na escola em Palmas trouxe várias análises e reflexões sobre o uso das TICs e sues desafios, e os aportes necessários para a utilização das mesmas. A experiência também mostrou que é importante o uso das TICs, porém foi apresentado pelas pesquisadoras que é de suma importância o planejamento tanto para à prática pedagógica como para a gestão. Antes de começarem a experiência as pesquisadoras fizeram uma análise dos documentos, entrevistas e reuniões envolvendo a comunidade escolar, os alunos, professores e gestores da escola onde foi implanto o projeto. Resultando em três dimensões que foram se desenvolvendo de forma articulada. A escola precisa ser reformada para que a infraestrutura pudesse viabilizar a implantação de uma rede para possibilitar a conectividade em todo espaço escolar. O que levou ao repensar pedagógico por parte da coordenação e dos professores, a fim de rever um novo planejamento com o intuito de integrar os recursos tecnológicos com o conteúdo curricular. A implantação do projeto perpassou por três instancias de gestão: SDEUC, DRE e escola. O que promoveu a preparação para o êxito da implantação do Projeto.

    ResponderExcluir
  6. O texto “O uso do laptop na escola: algumas implicações na gestão e na prática pedagógica” apresenta a experiência do Projeto UCA – Um Computador por Aluno, ação conjunta da Presidência da República e do Ministério da Educação – MEC, como estratégia para proporcionar a inclusão digital do aluno por intermédio da escola e a utilização dessa tecnologia nos processos de ensino-aprendizagem e desenvolvimento do currículo.

    Tal pesquisa foi realizada na cidade de Palmas, tendo como lócus o Colégio Dom Alano Marie du Noday, cujo objetivo foi compreender o processo de implantação dos laptops no colégio e analisar alguns aspectos constituintes da trajetória do Projeto UCA.
    O uso do computador portátil carrega consigo um conjunto de inovações relacionadas às características técnicas de conectividade, entretenimento, operabilidade, mobilidade e imersão. Esses aspectos impulsionam a inovação pedagógica, pois ao inserir as tecnologias nas redes de ensino em plena cultura do século XXI, caracterizada pelo emprego de ferramentas que incorporam as tecnologias, linguagens e mídias digitais, torna-se evidente que o laptop pode ser usado em diferentes atividades, a qualquer momento, em múltiplos espaços, permitindo desenvolver o diálogo social e o processo ensino-aprendizagem. Para tanto é de extrema relevância apoiar o trabalho do professor por meio de processos formativos, no sentido de capacitá-los cada vez mais para o uso dessa tecnologia na sala de aula.

    Neste sentido, o processo de implantação dessa tecnologia nas salas de aula na perspectiva da integração requer a formação continuada desses profissionais, para que os mesmos possam reconstruir sua prática pedagógica (ALMEIDA, 2002 e PRADO; VALENTE, 2003) e os gestores tenham condições de acompanhar e apoiar o trabalho pedagógico e fazer a gestão das tecnologias na escola (ALMEIDA; PRADO, 2005).

    O texto em si traz para o centro das discussões três principais eixos: infraestrutura, prática pedagógica e gestão. Em torno do eixo infraestrutura as discussões discorrem no quis respeito à infraestrutura para a implantação do projeto UCA, no sentido de que para implantá-lo foi necessário fazer um projeto arquitetônico (estrutural, elétrico, de telefonia, ar-condicionado e sistema de segurança) que contemplasse as instalações dos laptops nas salas de aula.

    No eixo prática pedagógica observa-se em linhas gerais a necessidade do trabalho coletivo entre a coordenação pedagógica e os professores no sentido de se repensar a prática pedagógica, esse trabalho coletivo ocasionou a revisão do planejamento da aula com um novo enfoque.

    E por último, o eixo da dimensão da gestão, trata dos procedimentos da formação docente sobre o uso dessa tecnologia na sala de aula. A gestão, assim que reconheceu o potencial do projeto UCA, elaborou um documento para a inseri-lo no Projeto Político Pedagógico – PPP. Tal ação possibilitou o engajamento efetivo da equipe gestora ao UCA, a qual desenvolveu estratégias que contribuíram para o andamento do projeto.

    O trabalho coletivo entre a equipe gestora e os professores na implantação do laptop na sala de aula proporcionou a revisão do PPP da escola e a elaboração de um documento que insere o Projeto UCA no contexto escolar.

    Concluindo, acredita-se que no momento em que vivemos, a inserção dos laptops na sala de aula nos coloca diante de um novo horizonte carregado de incertezas e desafios, mas também um campo repleto de possibilidades e aberturas para que professores, gestores e alunos sejam os protagonistas de uma educação transformadora na sala de aula, na escola e em outros espaços para além dos muros da escola.

    ResponderExcluir
  7. A abordagem que os organizadores do livro, o computador portátil na escola, trazem para nós é sobre a inserção do computador (laptop) na escola ou mais especificamente na sala de aula. É importante destacar sobre o texto a ligação dos três eixos (infraestrutura, da prática pedagógica e a dimensão da gestão) discutido para implantação do projeto UCA no colégio no Estado do Tocantins.

    Com a reflexão feita dos autores do livro, foi percebido a importância de como a escola precisa se adaptar e fazer algumas modificações no perfil da instituição para receber as tecnologias de forma a beneficia-la. E com as capacitações dos seus professores bem com a gestão da escola está em sintonia com todo o corpo escolar e também com a filosofia de objetivar formar seus alunos em sua integralidade.

    O ponto mais importante que encontrei no texto foi sobre a prática pedagógica onde foi possível perceber que os alunos se tornaram autores do processo de ensino-aprendizagem. Isso ficou bem visto na criação do blog que os alunos ajudaram os professores na criação e desenvolvimento do mesmo.

    ResponderExcluir
  8. Hoje, diante das novas estratégias de ensino propostas pelas tecnologias,em especial pelos laptops, muitos desafios são colocados ao educador, como: fazer da sala de aula um espaço em que haja interação e ao mesmo tempo assimilação do conteúdo que precisa ser trabalhado, que possibilite ao educando a aquisição de novos conhecimentos, estimule o pensamento crítico dos alunos por meio de problemas e questionamentos, e que seja capaz de fazer dos laptops ferramentas para potencializar no processo ensino-aprendizagem.
    No texto “O uso do laptop na escola: algumas implicações na gestão e na prática pedagógica”, de Maria Elisabette Brisola Brito Prado, Marilene Andrade Ferreira Borges e George França, nos dá uma dimensão do quanto o uso desta ferramenta (laptop) na educação pode contribuir significativamente no âmbito educacional. O texto relata a relevância dos experimentos do projeto UCA, ao qual teve seu início em 2007, na escola Dom Alano Marie Du Noday da cidade de Palmas no Tocantins, e que vem sendo trabalhado em algumas escolas.
    É importante mencionar que o uso do laptop provoca situações diferentes daquela em que o uso do computador (micro) pode provocar no laboratório de informática da escola.
    No decorrer do trabalho observou-se um grande avanço dos alunos tanto na aprendizagem,quanto no aspecto social da turma. Com as inovações propostas pelo uso do laptop houve um interesse por parte dos alunos, porém, o uso destas tecnologias em sala de aula é, sem dúvida um grande desafio para os profissionais da educação.

    ResponderExcluir
  9. No texto “O uso do laptop na escola: algumas implicações na gestão e na prática pedagógica”, resultado de uma pesquisa realizada por Maria Elisabette Brisola, Brito Prado, Marilene Andrade Ferreira Borges e George França, apresenta uma experiência bem sucedida de utilização de laptops na escola, através da implementação do projeto “Um Computador por Aluno”- UCA no colégio Dom Alano Marie du Noday.
    O sucesso do projeto se deve à vinculação de 3 importantes dimensões, no decorrer de seu desenvolvimento: a infraestrutura, prática pedagógica e a gestão. Em relação à infraestrutura, a escola conseguiu, com apoio da SEDUC, adaptar o espaço físico para a realização do projeto. No que diz respeito à prática pedagógica, os coordenadores pedagógicos e professores repensaram suas práticas e revisaram o planejamento da escola, fato que possibilitou o uso do laptop de forma adequada, criativa e eficaz por parte de professores e alunos no processo ensino-aprendizagem. A gestão realizada pela Secretaria da Educação do Estado do Tocantins-SEDUC, Diretoria Regional de Ensino – DRE e escola, através de ações articuladas com a coordenadora estadual do projeto UCA possibilitou condições materiais, técnicas e pedagógicas para o desenvolvimento do projeto.
    A introdução de laptops na escola possibilitou mudanças na sua forma de pensar, planejar e direcionar o processo educativo. Essas mudanças provocaram um novo enfoque na atuação da gestão e no fazer pedagógico dos professores, culminando na utilização de laptops na escola, como uma ferramenta didática.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. A tecnologia e seu embate com a prática pedagógica no contexto escolar.
    Com a inserção da tecnologia e o uso do computador laptop a escola deve está preparada para atende os alunos, pois deve se pautar em três eixos essenciais para ocorrer o processo de ensino aprendizagem dos discentes, sendo que eles são; a infraestrutura, a prática pedagógica e à gestão. Estes três eixos devem estar sempre unidos dando suporte um para o outro em um contexto de embates culturais cada vez mais se intensificando com o surgimento de novas tecnologias de informações e comunicações NTICs, por aproximar a escola e seu corpo administrativo, docente e discente ao resto do mundo com mais intensidade e rapidez.
    No contexto escolar faz-se necessário que o docente tenha um bom desempenho com as novas tecnologias educativas. Onde o professor passa a ter o papel de mediador da aprendizagem, ou seja, de informador que dita conteúdo e transmite conhecimento, sendo agente de transformação, informação e comunicação juntamente com o corpo pedagógico dentro e fora de sala de aula, assumindo uma nova postura como mediador da construção de conhecimento culturalmente construído e compartilhado em relação com formação inicial e continuada dos alunos na nova era digital.
    Para o uso efetivo das tecnologias educacionais é preciso capacitar professores para que sejam capazes de programar propostas e ações com NTICs, sobre tudo o laptop e a ‘‘internet’’ integrada as atividades de sala de aula e sem deixar de valorizar a diversidade, a postura ética e humanística da relação pedagógica uma vez que sua finalidade é promover o aprendizado do aluno.











    .


    ResponderExcluir
  12. O livro “O computador portátil na escola: mudanças e desafios nos processos de ensino aprendizagem”, nos traz uma experiência muita rica do Projeto UCA (um computador por aluno) do Ministério da Educação na Cidade de Palmas/TO. As autoras nos mostram que essa experiência foi exitosa devido a basicamente três itens: a infraestrutura, prática pedagógica e gestão. Sobre a infraestrutura vale ressaltar que para que a escola possa receber um projeto como esse que inova em vários aspectos, os espaços da escola devem estar de acordo com a nova perspectiva, portanto a escola passou por uma reforma que melhorou não só sua aparência diante da comunidade, mas trouxe um espaço de melhor qualidade para todos os membros da escola e possibilitou que o projeto ganhasse vida e condições reais de efetivação.
    Outro ponto que foi abordado pela autora como crucial dentro dessa experiência foi a prática pedagógica. Nesse novo contexto a coordenação pedagógica e os professores viram a necessidade de repensar seus planejamentos e suas ações, agora com um novo elemento, o laptop, e esse desafio só foi possível pois os professores e coordenação trabalharam juntos e ultrapassaram a barreira das disciplinas e adotaram a interdisciplinaridade, o que possibilitou segundo relatos de próprios professores, resultados nunca vistos por eles antes, tanto porque o trabalho ficou mais dinâmico e atrativo para os alunos quanto pela autonomia e responsabilidade que eles adquiriram com essas experiências, de ir além das imagens dos livros de vivenciar situações reais, com pesquisas de campo, pesquisas em diversos sites tendo acesso as muitas informações, tudo isso fortaleceu os laços da relação de ensino e aprendizagem.
    O último ponto que ela destaca diz respeito a gestão, a autora nos mostra que foram feitas parcerias com órgãos estaduais afim de nomear uma coordenadora estadual que tivesse conhecimento tanto na parte pedagógica quanto técnica, para articular melhor as ações que seria feitas. Uma ação fundamental foi integrar o projeto UCA ao PPP da escola, pois dessa forma foi possível criar estratégias para o desenvolvimento e êxito do projeto, mas vale ressaltar que o trabalho foi realizado em conjunto, e a isso que que se devem todos os resultados positivos.

    ResponderExcluir
  13. A inserção Do laptop na escola por meio do programa UCA foi um programa que trouxe uma serie de discussões sobre o assunto, sobre quais as implicações o mesmo traria para a educação.
    Essa inserção vem se tornando um desafio tanto para professores quanto para alunos, e para a comunidade escolar em geral; que nos chama a atenção para forma de como esse instrumento deve ser usado de maneira correta pelo aluno, de forma que ele possa utilizar a tecnologia ao seu favor. Traz também um desafio aos professores de que forma os professores poderão estar direcionando seus alunos frente ao desafio do uso dessa tecnologia na educação.
    Desta maneira esse é um desafio da comunidade escolar em geral, para que o uso dessa tecnologia traga uma forma de pensar sobre as metodologias de ensino, onde os professores devem estar preparados para utilizar essa nova metodologia de ensino, dentro dessa perspectiva a escola deve preparar esses professores para atuarem com essa tecnologia e fazer valer esse importante instrumento.

    ResponderExcluir
  14. O uso do computador em sala de aula
    Romiel do S. dos S. Fernandes

    Com os avanços das tecnologias, onde as transformações no mundo atual acontecem rapidamente. Surge a necessidade da escola, como referência, acompanhar essas mudanças para que os agentes envolvidos nesses espaços possam está acompanhando esse processo. Pois a formação e a capacitação dos docentes, alunos e demais agentes envolvidos, precisam de escolas que terá como tarefa principal a construção do conhecimento tendo como base a utilização dos recursos tecnológicos e o uso do computador torna-se fundamental nesse espaço.
    As tecnologias merecem está presentes no cotidiano escolar porque estão presentes na vida, sendo na construção de conhecimento, sendo na socialização de saberes, que permitem aos alunos, através da utilização da diversidade de aparatos tecnológicos, familiarizar-se com as tecnologias para aprender a lidar com as informações, sobretudo no processo educativo escolar.
    Neste sentido, a escola tem o papel de promover por intermédio do trabalho docente e dos recursos pedagógicos disponíveis a relação dos alunos com saberes que lhe permitam desenvolver conhecimentos, habilidades e competências.
    Conclui-se que a importância da tecnologia no processo de ensino aprendizagem é necessária para a nossa sociedade, atualmente uma nova forma de atuar na sala de aula estar chegando, onde as escolas têm papel fundamental na construção desse conhecimento.

    ResponderExcluir
  15. Sem dúvida alguma, a inserção de laptps em sala de aula é de grande avanço e relevância educacional, uma vez que é um recurso a mais para auxiliar o trabalho docente no processo de ensino-aprendizagem dos alunos. A perspectiva da utilização de um recurso tecnológico como o laptop possibilita que as aulas se tornem mais dinâmicas, atrativa e com incentivo à pesquisa. Contudo, a utilização de tecnologias nas escolas trazem novos desafios, que vão além de professores e alunos, abrange o corpo pedagógico, a gestão e a estrutura física da escola. Portanto, é uma nova realidade em que a escola precisa se adaptar para que esse novo contexto traga melhorias na prática pedagógica docente em relação à aprendizagem significativa dos alunos, para não se limitar à simples apropriação equipamentos tecnológicos pela escola, e o consequente manuseio técnico, mas sim a integração deste com o pedagógico, num processo constante de interação.
    Essa nova realidade em que estão inseridos a escola, o corpo docente e os alunos traz algumas implicações referentes a três eixos: Eixo da infraestrutura, Eixo da prática pedagógica e Eixo referente à dimensão da gestão, que foi o que houve na experiência do Projeto da UCA – Um computador por aluno, implantado no colégio Dom Alano Marie Du Noday, em Palmas no Tocantins. Assim, com a inserção de laptop nessa escola foi preciso a reforma do prédio, reestruturando fisicamente a escola se adaptar à condição de receber os novos equipamentos tecnológicos educacionais, assim como a aquisição de outros dispositivos e equipamento para intermediar e dar suporte ao funcionamento dos laptops. Em relação á prática pedagógica, houve um planejamento coletivo do corpo pedagógico antes e no decorrer da utilização dos computadores, no sentido de organizar e propor estratégias didáticas para integrar a utilização dos laptops com a aquisição dos conteúdos curriculares. No campo da gestão houve a tomada de responsabilidade e a participação da gestão, fazendo com que o projeto UCA fosse inserida no Projeto político pedagógico da escola, além de várias medidas de apoio, como em formação dos professores, a flexibilização curricular e outros. O comprometimento das várias instâncias da escola mostrou o grande desafio e as implicações inevitáveis para que um projeto como esse tenha êxito, e desse modo alguns resultados, como: os alunos construindo e interagindo através de Bloggers, o maior interesse, a tomada de responsabilidade e autonomia evidenciaram avanços que o projeto alcançou. Face a isso, sem dúvida a utilização de qualquer tecnologia torna-se muito significativa quando o professor direciona para a interação com os alunos, mas para sua utilização em sala é necessário que repense desde a estrutura física até a formação dos docentes que irão utilizar em sala de aula.

    ResponderExcluir
  16. Quando se trata da inserção de recursos tecnológicos no âmbito escolar, isto é, no processo de ensino aprendizagem, tratando-se de instituições públicas, remete-se imediatamente à um processo de transformação que a escola irá se submeter, uma vez que se conhece a realidade da sociedade em que estamos inseridos.

    É dessa forma que Prado et al (2011) expõe três eixos, identificados em sua pesquisa, no processo de implementação de laptops em uma instituição pública, através do Projeto UCA, que pressupõe uma nova roupagem na escola, para que assim seja implantada a utilização de computadores como recurso didático no processo de ensino aprendizagem. Tais eixos consistem em: infraestrutura, prática pedagógica e gestão. O primeiro, como bem enfatiza a autora, implica em uma transformação no prédio da escola, pois a inserção tanto de laptops como de computadores requer adaptações, de tal maneira que exige mudanças na rede elétrica, como por exemplo, a instalação de tomadas para a alimentação dos computadores, bem como a utilização de mais espaço para se estabelecer as máquinas.

    Ao colocar o segundo ponto, prática pedagógica, a autora retrata a necessidade de se haver um processo de formação continuada do corpo docente, pois o mesmo precisa repensar sua prática pedagógica antes de inserir as ferramentas tecnológicas em suas aulas. Esta situação requer uma revisão no planejamento, juntamente com a equipe pedagógica, destacando os desafios que surgiram ou que estão por surgir ao colocarem em prática a utilização de computadores no processo de ensino aprendizagem, e poder assim realizar as devidas alterações no que tange o planejamento da instituição. Outra colocação feita pela autora, ainda nesse sentido, refere-se à interdisciplinaridade, viabilizada pelos espaços de interação e aprendizagem virtuais, em que o professor tem a possibilidade de envolver as diferentes disciplinas, sem perder seu foco principal, no processo de investigação e construção do conhecimento com o aluno.

    A autora destaca, como último eixo, referente à implementação de ferramentas tecnológicas na prática docente, o papel da gestão, cabendo a esta estabelecer reuniões, com o intuito de organizar e acompanhar a equipe pedagógica e os docentes no que diz respeito à utilização dos computadores na escola. Dessa forma, fica como critérios a qualificação de professores, uma vez que estes podem apresentar dificuldades tanto com o manuseio da máquina, bem como em direcionar suas aulas com os laptops; realizar alterações no currículo, de maneira a aumentar o tempo de aula do professor, possibilitado a ele um momento maior para a realização das atividades, considerando que o período de aula corresponde a 45min cada.

    Por fim, considero relevantes as situações mencionadas, no entanto, ainda friso que cada situação tem sua especificidade, isto é, cabe a cada escola se organizar e planejar de acordo com as suas características, o mesmo serve ainda para o professor no que diz respeito a sua prática docente, ou seja, é importante este observar e aplicar, da melhor maneira possível, a utilização de ferramentas tecnológicas como auxilio no processo de ensino aprendizagem, buscando sempre estabelecer o diálogo com seus alunos em relação a sua técnica.

    ResponderExcluir